Seca no Douro – como deveria estar e como de facto está o solo

Quinta Senhora do Rosário – December 2008

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Quinta Senhora do Rosário – February 2012

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Que há de errado nestas duas fotografias? Uma vez mais está tudo relacionado com o tempo. Há quase três meses que temos céu limpo, com o sol a brilhar por todo o lado, de meter inveja a muitos Verões em Portugal. A primeira fotografia é de Dezembro de 2008, enquanto que a segunda foi tirada ontem, a 24 de Fevereiro de 2012.

Nesta última fotografia podemos ver que os caminhos apresentam um castanho claro devido ao longo período sem chuva. Não há ervas no solo dado que não há água à superfície. Ainda há alguma humidade no solo, a mais de um metro de profundidade, mas com o chegar das temperaturas na Primavera esta humidade vai reduzindo-se lentamente, aumentando o risco de seca das vinhas. Alguns produtores estão a regar as plantações novas, enquanto surgem alguns fogos depois de se queimarem as vides. As coisas não estão fáceis a não ser que venham para fazer turismo.

Oscar

 

Enhanced by Zemanta

 

If you enjoyed this post, please consider leaving a comment or subscribe to the feed and get future articles delivered to your feed reader.

  • jeff

    Isn’t that the merits of having older vines and tilling the soil deep?  The older vines I thought go deeper for water giving them better growing during these hot times like this.

    • Anónimo

       That’s right, they are better prepared for dry weather. The problem is that there is no water reserves in the soil, accumulated during the Winter for the Summer.