My Dear Douro – Everyday I feel more proud of being from the Douro.

Quinta de Sidrô, new and old vines, Real Companhia VelhaEsta paisagem monumental que inebria os sentidos, que alimenta a alma, e nos dá força para continuarmos a viver todos os dias. O Douro que tão bem descrito foi por Miguel Torga, João de Araújo Correia e por outros poetas durienses menos conhecidos, mas com sonetos não menos sentidos.

O rio, com o mesmo nome da região, marca indelevelmente a paisagem. Até há algumas décadas atrás corria pelas margens de forma selvagem, indomável. Mas desde que foram construídas as barragens, o seu caudal ficou controlado, passou a ser um rio tranquilo, já não mete medo…

Há ainda os vinhos, os maravilhosos Vinhos do Porto e do Douro. O Vinho do Porto que é o nosso embaixador no estrangeiro, mas o Vinho do Douro também caminha no mesmo sentido, temos é que lhe dar tempo, pois o primeiro já leva mais de três séculos de avanço.

Mas o que efectivamente faz do Douro uma região especial são as suas gentes. Persistentes, sagazes, trabalhadores, nunca desistem nem mesmo nos momentos difíceis, e houve alguns ao longo da história.

E é a este meio que eu pertenço, é com esta gente que me identifico, e tenho tanto orgulho em dizer, sou do Douro!

Cláudia Quevedo