Quinta da Alegria – como preparar a solo para plantar videiras

A Quinta da Alegria é uma das propriedades (a outra é a Quinta das Mós) que pertence à família da minha mãe. Foi inicialmente plantada pelo meu bisavô no início do século passado. Naquela altura as uvas eram utilizadas para fazer Vinho do Porto na propriedade e seria depois daí enviado para Vila Nova de Gaia nos barcos rabelos. Mais tarde, nos anos 80, o meu avô Joaquim Morais Fernandes, em conjunto com a minha avó Judite, replantaram a quinta com videiras novas. Quando os meus avós morreram, na década passada, a propriedade foi herdada pelos meus tios e mãe, que continuam a ser os proprietários. Agora, em 2014, a família decidiu replantar cerca de 13 hectares de vinha no meio da propriedade – a parte de cima tem vinha velha e a parte de baixo, por baixo da linha de comboio, está plantada com laranjeiras e tangerineiras. Temos estado muito concentrados e empolgados neste novo desafio, até porque a Quinta da Alegria está localizada num lugar muito bonito, com exposição sudoeste, uns quilómetros a jusante da barragem da Valeira.

Estão agora a começar os trabalhos e achei que iam gostar de saber, passo a passo, como plantar vinhas no Douro. A primeira coisa a fazer é retirar os arames e os esteios que os sustentam. Depois disso, uma bulldozer veio desfazer os sucalcos antigos e desmatar o terreno. O video acima explica bem este primeiro passo.

O próximo passo será abrir novos sucalcos e nivelá-los. Será publicado em breve.

Oscar

Enhanced by Zemanta

If you enjoyed this post, please consider leaving a comment or subscribe to the feed and get future articles delivered to your feed reader.

  • Christopher Pfaff

    That is a great project and very interesting to see by your posts how the rebuilding and planting of this vineyard is progressing. I´m sure that this investment in the future of Quevedo and the Douro region will achieve success.