Quinta da Alegria – retirar as pedras para plantar as videiras

Os trabalhos de surriba na Quinta da Alegria continua a um ritmo moderado mas firme, com vista à plantação de videiras. Nas últimas semanas temos estado a traçar socalcos e surribar o terreno para eliminar alguma compactação de terra que possa existir. Também importante quando se movimenta as terras é remover as pedras de maior tamanho de modo a facilitar a penetração das raízes da vinha e a movimentação dos tratores para o granjeio. Depois de retiradas as pedras dos socalcos torna-se necessário encontrar um local onde se possam colocar sem interferir com a circulação de viaturas. O local que escolhemos é no local dos caminhos, ou seja, abrimos uma grande vala com 5 a 6 metros de profundidade onde se colocam todas as pedras de maior tamanho. É posteriormente colocada terra por cima e alisado o terreno para servir de caminho. Desta maneira aumentamos também a estabilidade do próprio caminho, reduzindo o risco de deslizamento de terras que por vezes ocorrem em Invernos chuvosos.

Na foto acima pode ver a vala que abrimos na figura traçada a vermelho, enquadrada no que será o futuro caminho. Do lado esquerdo da linha azul pode ver os socalcos já terminados e do lado direito da linha amarela o terreno ainda por trabalhar.

Com as temperaturas a subir e o risco de geadas a desaparecer, começamos agora a plantar as videiras. Em breve vamos partilhar um vídeo com a plantação de videiras na Quinta da Alegria.

Algum comentário que queiram fazer?

Oscar

If you enjoyed this post, please consider leaving a comment or subscribe to the feed and get future articles delivered to your feed reader.

  • Joe

    Oscar, Does it take several years for the terraces to stablize? Joe

    • quevedo

      Hi Joe, actually they never completely stabilize, as any strong rainstorm can lead to a landslide. Usually, during the first years there are some minor landslide, but as the time passes the risk of landslide drops.