Douro atacado: míldio veio e deixou uma grande marca

Mildew in the grapes

O cultivo das uvas está longe de ser um processo previsível e espectável, dado dependermos muito das condições climatéricas. Às vezes demasiado. Tanto, que clima adverso pode destruir o que cremos ser uma boa colheita. E foi isso que aconteceu com a nossa Tinta Roriz. Enquanto estávamos na Vinexpo, uma feira de vinhos que teve lugar em Bordéus entre os dias 19 e 24 de Junho, as nossas uvas estavam a ser atacadas pelo míldio. Uma estimativa detalhada indica que se perdeu mais de 50% da Tinta Roriz, cerca de 15% da Touriga Nacional, Touriga Franca e Sousão. A propriedade mais afectada foi a Quinta da Trovisca, onde algumas das videiras perderam todos os cachos, como mostram as fotos.

Grapes with mildew O meu pai diz que a situação deste ano faz lembrar-lhe a colheita de 1988, quando uma grande parte da produção foi destruída também devido ao míldio. Nessa altura eu tinha só 5 anos e não me lembro de nada do que aconteceu. Mas recordo-me que há quatro anos atrás, em 2007, houve também um ataque de míldio por todo o Douro, e não foi por isso que não fizemos um dos melhores, senão mesmo o melhor Vinho do Porto da década. Quer isto dizer que o míldio não vai afectar a qualidade, desde que se tenha o cuidado de remover os cachos secos dos cestos da vindima. Deverá até mesmo melhor a qualidade dos cacho que ficam na videira. Uma vez que a videira tem menos produção, vai concentrar os esforços em amadurecer em boas condições o fruto que resta.

Daquilo que falei com outros produtores, parece que o míldio afectou todo o Douro. Imagino que poucos o irão admitir, e jurarão que está tudo em perfeitas condições nas suas vinhas. Mas o que parecia uma colheita generosa há dois meses atrás está agora transformada numa produção reduzida. E esta redução da quantidade irá certamente melhorar a qualidade de Vinhos do Porto e Douro e ao mesmo tempo subir os preços de ambos os vinhos.

DSCN1764 Deixe os seus comentários e questões, terei todo o gosto em responder às suas perguntas.

Oscar

If you enjoyed this post, please consider leaving a comment or subscribe to the feed and get future articles delivered to your feed reader.

  • http://twitter.com/slknowles Steve Knowles

    Interesting as always, Oscar.  The last photograph is superb.  Is it your daughter?

    • Oscar

      hi Steve, this is my 3 year-old niece Beatriz!

  • Jeff

    i had my own june drop and i’m left with no plums!

  • Tom Archer

    Oscar,

    Sorry to hear you suffered so much damage while your back was turned..

    I see the beneficio has been set very low this year – does this reflect the expectation of a small crop?

    • Oscar

      Hi Tom,

      Part of the beneficio reduction is probably justified by these problems with the crop, but the majority of it is due to the reduction in the Port Wine sales in the first half of 2011 and also because there are some stocks from Casa do Douro that are being absorbed by the bottlers. So it can help to stabilize prices.

  • http://18weightlosstips.com Zoe

    I like the helpful information you provide in your articles. I’ll bookmark your weblog and check again here regularly. I am quite sure I will learn a lot of new stuff right here! Best of luck for the next!

  • Rivetto

    Here in the Barolo area, i’m always very worried about mildew attack, is one of the most difficult fungus to get away, the only one way is treat with sulfur. May you tell me which particular conditions in Douro valley helped the mildew? Do you think to do a treatment also immediately after grape harvest? Here in Italy is dtrongly adviced to avoid attack in the next year

    • Oscar

      Hello, during the 3rd of week of June we had warm temperatures with a high level of humidity in the air and in the soil. These conditions were perfect for the downy and powdery mildium to develop. We had the vines relatively protected but, it was not enough to sustain this attack. Usually one application of powdery sulfur is enough. In certain year, like 2006, we don’t even need to proceed to any treatment, that’s is why this year is so special and difficult.