Muito Cansaço, Meia Dúzia de Arranhões, o Nascimento de um Porto Quevedo Branco

White grapes coming to the wineryPodem descansar os cestos, que a nossa vindima acabou.

As dores nas costas são muitas, mas os nossos sorrisos não enganam. Sentimo-nos muito bem. 

Estou demasiado cansado para vos contar a versão completa dos acontecimentos, mas já posso dar o mote: Os Quevedo sabem receber os amigos como poucos, e produzem alguns dos melhores vinhos da região.

Eu vou dormir uns bons 50 anos (como os melhores Vinhos do Porto), e depois aparecerei por aqui para uma descrição detalhada de todas as actividades. Para nós foi uma saborosa aventura, e esperamos que tenha sido o início da vida de um fantástico Porto Branco

João Sarmento

If you enjoyed this post, please consider leaving a comment or subscribe to the feed and get future articles delivered to your feed reader.