Tokaji Aszú e Tokaji Essencia – porque vale a pena visitar a Hungria

Tokaj é o nome da primeira região demarcada do mundo, localizada no nordeste do território que actualmente compõem a Hungria. A região dá o seu nome ao vinho, Tokaji, que juntamente com o Vinho do Porto, representam dois dos mais conhecidos vinhos no mundo. Apesar de haver também Tokaji seco, o Tokaji doce, conhecido como Aszú, é o que realmente dá prestígio à região, de acordo com a lenda, feito pela primeira vez em 1630. O Aszú é feito com uvas que desenvolveram podridão nobre ou Botrytis cinerea, as quais são seleccionadas bago a bago na vinha e, dependendo do nível de açúcar residual do vinho, é classificado de 3 puttonyos (mínimo de 60 gramas de açúcar residual) até 6 puttonyos (mínimo de 150 gramas de açúcar residual). Quando o nível de açúcar residual excede os 180 gramas então estamos perante um Aszú Essencia, o melhor dos Tokaji, depois do puro Essencia.

Assim, o topo dos vinhos Tokaji é o Essencia. Podemos dizer que o Essencia é o equivalente ao Porto Vintage no Tokaj uma vez que é apenas feito em anos especiais devido às condições climatéricas, e produzido em pequenas quantidades. O Essencia é feito a partir de uvas utilizadas para fazer o Aszú. Mas antes de começarem a fermentar para o Aszú, são deixadas num depósito durante um ou dois dias. Os bagos não são esmagados ou prensados, levando a que um líquido muito concentrado resulte do gotear por gravidade do líquido dos bagos. O líquido que se recolhe no fundo do depósito chama-se Essencia. Só para complicar mais um bocadinho, tecnicamente o Essencia não é um vinho, uma vez que não tem álcool. Num ambiente tão doce, que pode ir de 400 a 900 gramas de açúcar residual, as leveduras não conseguem fermentar o açúcar.

Mas vamos dar voz aos especialistas no campo. O primeiro vídeo é da Sarolta Bárdos, do produtor Tokaj Nobilise e vai explicar como se faz o Tokaji Aszú. O segundo vídeo é do Attila Domokos, do produtor Dobogó e fala sobre o Essencia. Tenho a certeza que os vídeos não conseguem representar aquilo que foi a minha experiência nesta fantástica região. Mas talvez aguce o apetite para uma visita vossa à Hungria.

Oscar

If you enjoyed this post, please consider leaving a comment or subscribe to the feed and get future articles delivered to your feed reader.

  • http://www.ferestre-usi.ro/ aas

    aasd

  • Elysiacb

    Thanks for this; it has me very excited to visit Tokaj myself next month! Would have loved a video of one of the caves as well, but I guess I’ll get to see that for myself soon enough!