Chuva tardia pode estragar uma grande vindima no Douro

http://quevedoportwine.com/wp-content/uploads/2015/07/rain-in-the-Douro-e1437039948289.jpg
Chuva tardia pode estragar uma grande vindima no Douro

Com a vindima a meio, está na altura de fazermos uma contagem de espingardas. Surpreendentemente, caiu-nos em cima um dilúvio de chuva durante quase duas semanas. As boas notícias é que dependendo de onde estamos no Douro, a precipitação varia dramaticamente, o que no caso da Quevedo se traduziu numa grande vantagem por termos as nossas vinhas na fronteira entre o Cima Corgo e o Douro Superior. E isso porquê? Porque a maior parte das nuvens que trazem chuva para o Douro vêm de oeste para este e quanto mais a este uma vinha estiver menos chuva receberá.

Outro ponto curioso sobre esta vindima é que este ano as principais castas têm amadurecido a ritmos bem diferentes: enquanto que a Touriga Franca começa agora a ficar madura, a Tinta Roriz há já duas semanas que saltou das videiras para as cubas. E não só, temos visto que a Tinta Roriz mostra melhores concentração de cor, aromas, complexidade e equilíbrio quando comparada com a Touriga Nacional ou Touriga Franca. Acreditamos assim que 2014 vai ser o ano da Tinta Roriz!

Nesta altura, todas as nossas uvas brancas e uvas tintas ao nível do rio (letras A e B), foram cuidadosamente vindimadas. Mas ainda faltam um algum caminho por percorrer nas vinhas das zonas altas. E qual é o nosso plano? Sentar e relaxar! Isto porque apesar das vinhas estarem ótimas para lutas de lama, ainda não estão prontas para a vindima. Precisamos de tempo para que sequem, e para que volte a concentração no bago – nada que uns dias de sol não tragam.

No artigo anterior referi que 2014 podia ser um ano Vintage, mas já não acredito! A chuva matou à nascença uma colheita que era bem promissora, e o Baixo Corgo e o Cima Corgo não conseguem lidar com tanta chuva nesta fase.

Dito isto, podemos não ter um ano Vintage, mas não faltam aqui vinhos para saborear num ano em que o tempo foi um grande malandro!

Oscar