Vintage Port Declaration – what does it mean

View over Pinhão village

Durante as últimas semanas muitos produtores de Vinho do Porto têm vindo a anunciar a produção de Porto Vintage 2011. Quer isto dizer que haverá uma grande percentagem de produtores a engarrafar Vintage do ano de 2011. Dito isto, podemos certamente dizer que a colheita de 2011 foi muito generosa para os produtores de Vinho do Porto, tornando possivel produzir Vinho do Porto ao longo de diferentes aldeias e propriedades, em quase todo o Douro, ou pelo menos, no Cima Corgo e no Douro Superior.

Contudo, não há nenhum organismo oficial com o compromisso ou obrigação de anunciar um determinado ano como Vintage. Esta ausência de declaração oficial inclui o IVDP – Instituto dos Vinhos do Douro e Porto. Eu diria que  Declaração Vintage é um termo de senso comum entre os apreciadores de Vinho do Porto, que se põem de acordo quanto à elevada qualidade de uma certa colheita, tendo em conta o número de produtores que engarrafa Porto Vintage nesse ano. Ou nas palavras de Glenn Elliott no forum For the Love of Port, em 2008, “O que eu creio (e isto é 100% suposição) é que não existe qualquer “regra”. Suponho que o conceito de uma “declaração geral” de Vintage é uma regra de ouro, não um termo bem definido, querendo dizer aquilo que a maioria das pessoas pensa que significa.”

Talvez esteja agora a pensar quais os produtores que declararam Porto Vintage em 2011. Aqui ficam os nomes, os quais obtive do The Port Forum – veja o link para actualizações e comentários pelos entusiastas de Vinho do Porto. Esta não é uma lista final, uma vez que o IVDP aprova Vintage entre Fevereiro e Julho.

J. H. Andresen;

Barão de Vilar

Churchill;

Wiese & Krohn:

  • Krohn;
  • Krohn Retiro Novo;

Niepoort:

  • Niepoort;
  • Niepoort Bioma;

Quinta do Noval:

  • Quinta do Noval;
  • Quinta do Noval Nacional;

Passadouro;

Pintas;

Portal;

Quevedo;

Ramos Pinto;

Quinta de la Rosa;

Real Companhia Velha:

  • Delaforce;
  • Royal Oporto;

Rozès;

Sogevinus:

  • Barros;
  • Burmester;
  • Cálem;
  • Kopke;

Sogrape:

  • Ferreira;
  • Offley;
  • Sandeman;

Symington Family Estates:

  • Graham;
  • Graham’s The Stone Terraces Vintage Port;
  • Dow;
  • Warre;
  • Cockburn;
  • Quinta do Vesuvio;
  • Capela da Quinta do Vesuvio;
  • Smith Woodhouse;
  • Quinta de Roriz (being Prats & Symington, rather than just Symington);

Quinta do Tedo;

Taylor-Fladgate Partnership:

  • Croft;
  • Fonseca;
  • Skeffington;
  • Taylor;
  • Vargellas Vinha Velha;
Enhanced by Zemanta