Resuming harvest after rain delays in the Douro valley

Tinta Roriz vine

Iniciámos hoje a segunda fase da nossa maratona, também conhecida por vindima. Depois de apanharmos as uvas das nossas quintas mais próximas do rio Douro, Quinta Vale d’Agodinho, Alegria e Mós, entre 11 e 24 de Setembro, decidimos fazer uma pausa antes de vindimar as vinhas à volta da nossa vila, S. João da Pesqueira. O problema é que a chuva apareceu no domingo passado, sem ter sido convidada, e atrasou o princípio da segunda fase, previsto para segunda-feira. Hoje, terça-feira, estamos a vindimar com pouco pessoal uma parcela de Tinta Roriz, na Quinta da Trovisca, a única quinta onde 100% da vinha está plantada por casta.

As uvas estão frescas e em boas condições. O nível de açúcar é agora mais concentrado que na semana passada, ainda que tenha sido afectado pela chuva. Em média, o nível de açúcar nas uvas em 2010 é mais baixo que noutros anos. Por consequência, vamos ter vinhos DOC Douro menos alcoólicos.

O que vamos fazer com estas uvas? Porto Rose, Douro tinto e algumas experiências divertidas!

Oscar

2 Comentários Added

Add yours
  1. Steve 05 05UTC Outubro 05UTC 2010 | reply
    Fun experiments Oscar? Do tell!
  2. oscar 06 06UTC Outubro 06UTC 2010 | reply
    Trovisca is a kind of experimental field for us. This is where we have our 1/2 hectare of Syrah and a nice population of Sousão. I can't say we are going to make Port Wine out of Syrah grape, because this grape is not allowed for Port, but we same ideas/wines to make I can share with you next time you come over!!

Deixar uma resposta

Reset all fields